Make your own free website on Tripod.com

.

Volta para Home-page Memórias

Seu navegador não suporta esse dispositivo de som, entretanto você poderá continuar acessando essa página normalmente.

Grupo de Pesquisa Aprendizagem Complexa, Controle Temporal e Memória sob a coordenação do Professor José Lino Oliveira Bueno

 

José Lino Oliveira Bueno Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.

jldobuen@ffclrp.usp.br

 

1. Estudo dos mecanismos de aprendizagem complexa, especialmente de discriminação condicional, pela análise dos efeitos de modalidades perceptivas e temporais de estímulos compostos, do controle de comportamentos instrumentais,  e das possíveis funções hipocampais em animais e do desenvolvimento de tolerância aprendida a drogas em animais e humanos..

2. Estudo dos mecanismos de memória e funções hipocampais em tarefas de comportamento de escolha e de controle temporal e orientação espacial em animais e tarefas de orientação espacial em humanos.

3. Estudo dos mecanismos de aprendizagem e memória pela análise da alocação temporal de comportamentos em esquemas de reforço operante.

4. Estudo da influência de estimulação musical sobre o tempo subjetivo em humanos.

5. Epistemologia das Neurociências e Comportamento.

 

Agostinha Mariana Costa de Almeida

Propriedades de Estímulos Condicionais na tolerância à droga em humanos.

Investigar quais elementos compõem a situação que controla o comportamento do dependente de droga e se essa situação é condicionada, identificando: os estímulos condicionados que predizem o uso da droga e as respostas compensatórias; os estímulos condicionais que podem estar modulando a associação primária entre o estímulo condicionado e a droga.  Os sujeitos a serem utilizados para o Estudo de Caso serão um ex-dependente de cocaína que esteja em abstinência por um período de no mínimo 1 ano, do sexo masculino; outro que esteja em fase de recuperação, do sexo feminino. Para as entrevistas, serão utilizados internos de uma clínica de recuperação, do sexo masculino, num total de 5 a 10 sujeitos,  provenientes de três clínicas onde deverá se realizar a pesquisa. Para a entrevista, será empregado um roteiro de tópicos. As entrevistas serão gravadas. A entrevista será não padronizada e focalizada para que se possa explorar mais amplamente as questões dentro de uma conversação informal. Os tópicos serão montados de modo a conter questões relativas ao consumo da droga e circunstâncias de uso, questões relativas ao seu contexto (familiar e social). As entrevistas serão feitas uma vez por semana, durante um período de 6 meses, dentro da clínica de recuperação na qual o dependente se encontra, em horário previamente determinado pela instituição; será gravada com o conhecimento e consentimento do sujeito. Cada entrevista será dividida em três partes: Parte1/ dados pessoais; Parte 2/informações específicas sobre uso de droga; Parte 3/espaço livre para declarações adicionais dos entrevistados.

Alessandro Antônio Scaduto

Efeitos de estímulos-característica compostos associados a estímulos discriminativos de diferentes respostas em procedimentos de discriminação condicional

Examina que propriedades de um estímulo característica composto podem estar controlando o desempenho do animal num procedimento de discriminação condicional de característica positiva, quando um mesmo elemento deste estímulo está presente em configurações diferentes, associadas seja ao estímulo discriminativo de uma resposta A, ou ao estímulo discriminativo de uma resposta B. A fim de avaliar que papel estímulos característica associados a estímulos alvo de diferentes topografias de uma mesma resposta operante têm em um procedimento de Discriminação Condicional Seriada de Estímulo Característica Positivo, 9 ratos Wistar com 80% do peso ad lib por privação de água, serão submetidos a um treino com 6 práticas diferentes: R-LD®Te+; R-LE®Td+; P-LD®Hd+; P-LE®He+; T- e H-, onde R e T são estímulos auditivos (respectivamente, Tom e Ruído) e P, LD/LE e H são estímulos visuais (respectivamente, panel light, Luzes de Barra direita/esquerda e house light). Após este Treino, os ratos passarão por 5 testes de transferência, onde o estímulos característica passarão a preceder um estímulo alvo com o qual não tinham sido treinados anteriormente (Testes I a IV) e um estimulo novo (Teste V).

Cláudia Lellis

Influência  de audições musicais com a variação de composição sobre estimação subjetiva de tempo

Este estudo procura examinar variações na estimação subjetiva de tempo em função de  seqüências  musicais que terminam em acordes que se distanciam diferentemente de um centro tonal. São empregadas técnicas de reprodução sob o paradigma prospectivo, feitas pelo sujeito, imediatamente após a audição de cada seqüência musical.

Edvaldo Soares

Desenvolvimento e dificuldades da concepção localizacionista de funções mentais

O estudo será desenvolvido pela descrição dos fundamentos da crítica de M.Ponty à psicofisiologia; pelo estudo do desenvolvimento da psicofisiologia contemporânea em suas bases epistemológicas, no que se refere ao aspecto localizacionista; pela análise de algumas questões propostas pela crítica merleuapontyniana e pelo desenvolvimento da psicofisiologia contemporânea a partir de estudos experimentais envolvendo o hipocampo e a plasticidade comportamental e, por último, pelo reexame do status teórico atual da crítica merleaupontyniana de forma a responder às seguintes questões: 1. as dificuldades da hipótese localizacionista foram superadas pelo desenvolvimento da neurofisiologia contemporânea?; 2. a solução proposta por M. Ponty de uma analítica transcendental dá conta do desenvolvimento da psicologia experimental de base fisiológica ou esta  ainda está submetida às críticas elaboradas pelo autor?

Érico Artiolli Firmino

Efeitos de Contextos Tonais Controlados sobre a Estimação Subjetiva de Tempo e sobre o Julgamento Verbal da Consonância e Dissonância

O experimento investiga os efeitos de contextos tonais controlados sobre a estimação subjetiva de tempo e sobre julgamento verbal da consonância e dissonância. Os estímulos consistem de seqüências de acordes nos quais são variadas as distâncias intertonais. As estimações temporais serão realizadas através de reproduções sob o paradigma prospectivo. Os julgamentos verbais de consonância e dissonância serão expressados através de uma escala verbal de diferencial semântico. Os resultados exibirão perfis comportamentais que poderão ser discutidos e relacionados aos modelos teóricos da literatura pertinente.

Fernanda Saviani

Efeitos da familiaridade com canções de ninar sobre a estimativa de tempo subjetivo de indivíduos de nacionalidades diferentes

Esse projeto tem por objetivo o estudo das alterações ocorridas no tempo subjetivo de indivíduos, provocadas pela familiaridade ou não do sujeito com os estímulos apresentados, sendo estes, no caso, canções de ninar de 4 nacionalidades diferentes. Para isso, serão requisitados 40 estudantes universitários: 10 asiáticos, 10 africanos, 10 europeus e 10 americanos. O experimento será realizado em um cubículo com isolamento acústico, onde haverá uma mesa, duas cadeiras, um gravador e um cronômetro. Os dados serão obtidos a partir de três fases. Em uma primeira fase, juizes escolherão os estímulos mais adequados para serem utilizados; na segunda, serão selecionados os sujeitos adequados para o experimento. Na fase de coleta de dados, cada sujeito, em uma única sessão, ouvirá os 4 estímulos de 12 segundos cada e reproduzirá, com a ajuda de um cronômetro, o tempo que julgarem ter durado cada música; ao final da sessão, os indivíduos responderão a um questionário. Os resultados serão discutidos em relação às estimações feitas para os tempos das músicas por sujeitos de mesma nacionalidade ou não. Estes dados serão comparados através do método ANOVA two-way.

José Neander Silva Abreu

Avaliação neuropsicológica em pacientes de hipoxia e isquemia como modelo para discriminação dos efeitos em memória espacial e operacional do tipo de lesão hipocampal

Este estudo procura  investigar através de instrumentos de avaliação neuropsicológicos específicos o desempenho de pacientes portadores de lesão cerebral focal decorrente de hipóxia e isquemia como modelo para discriminação dos efeitos destas sobre tarefas que envolvem memória espacial e memória operacional e humanos, no intuito de dissociar a contribuição dos sub-campos hipocampais.

 Maira Ferro De Souza Tousco e Taíza Helena Figueiredo

Efeitos de sinalização composta retrospectiva e antecipatória sobre o tempo de espera em procedimentos de omissão de reforço

A omissão de reforço produz uma redução no tempo de espera (t) da prática seguinte em esquemas de intervalo fixo (FI). Figueiredo, Bueno e Staddon (1995), utilizando num mesmo estímulo sinalização retrospectiva e antecipatória dos eventos reforço (R) e não-reforço (N) em esquemas de FI, observaram que o componente antecipatório da sinalização do estímulo seguinte modulou os Efeitos de Omissão. Bueno, Figueiredo e Touso (1998), através da associação simultânea de diferentes estímulos aos eventos R ou N  (intervalos RR, RN, NR, NN), também observaram um Efeito de Omissão modulado pela sinalização antecipatória dos eventos N e R que finalizavam os intervalos,  uma vez que os intervalos finalizados em N apresentaram ts maiores do que os finalizados em R. O presente trabalho pretende analisar as propriedades dos estímulos em intervalos com eventos complexos, associando diferentes estímulos com componentes inibitórios, desinibitórios e excitatórios destes intervalos. Assim, os testes poderão indicar s as propriedades adquiridas pelos estímulos associados têm características aditivas ou configuracionais.

Mateus Russomano Martins

Estimação de tempo em ratos submetidos a uma tarefa de discriminação em um esquema operante

Estudo de aquisição de propriedades amodais de estímulo (duração), com um procedimento de discriminação condicional envolvendo resposta operante e introduzindo testes de gradientes de generalização de estímulos.

Os objetivos do experimento consistem em (1) verificar se a duração temporal de um estímulo característica pode adquirir propriedades sinalizadoras em um esquema operante, e se (2) se a estratégia cognitiva utilizada se diferencia em relação à utilizada em  um esquema pavloviano.

Material e Método:Serão utilizados 6 ratos Wistar com 85% do peso ad lib por privação de água, submetendo-os a sessões de treino de Característica Positiva: L15®T5+, T5- ; e de Característica Negativa:, L5®R5-,R15+. Onde L é Panel Light, T é Tom Puro e R é Ruído. Após a aquisição da discriminação condicional, serão realizadas sessões de teste psicofísico, o qual reproduzia as práticas do treino, porém não reforçadas e com o tempo de duração do Estímulo Característica apresentado em tempos entre 15s e 5s: 15, 13, 11, 9, 7, 5.

Patrícia Cláudia Daóglio

Desenvolvimento de tolerância aos efeitos hipotérmicos do etanol em procedimento de discriminação condicional de característica negativa

O presente trabalho procura examinar se o procedimento de discriminação condicional de estímulo característica negativa (XA-/A+) é eficaz no desenvolvimento de tolerância a drogas, em discriminação condicional de estímulos contextuais específicos.

Material e Método: Serão utilizados ratos Wistar, machos, com 90 dias de idade no início do experimento. Será utilizado o equipamento de telemetria Dataqst (Minimitter Company), que monitora continuamente a temperatura do animal. A droga utilizada será o etanol 95% diluído em salina fisiológica a 10% e a uma dose de 1,8g/kg. As injeções de salina serão volumetricamente iguais (10ml/kg). Serão implantados minimmiters (monitores de temperatura) intraperitonialmente nos ratos. O procedimento envolverá inicialmente habituação à sala experimental e registros de linha de base de temperatura. Em seguida, para a aquisição de tolerância serão realizadas sessões de  treino com apresentações seriadas de estímulo-característica e alvo (XÕA-/A+) para um grupo de animais e, simultâneas (XA-/A+) para outro grupo. Cada sessão consistirá de práticas de salina ou de álcool, em dias alternados (38 sessões). Posteriormente serão realizadas práticas de contracondicionamento (10 sessões), nas quais a apresentação do estímulo-característica será seguida pela liberação do reforço (X+).

 

Rita de Cássia M. Moreira Doutora em Psicologia, área Psicobiologia, pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.

rdcmmore@usp.br

 

Sandra Maria Fortaleza

Efeitos de Lesões seletivas das células granulares do Giro denteado hipocampal sobre o desempenho de reversão em escolha: interferência de experiências recentes e remotas

Analisa a hipótese sugerida pela pesquisa apresentada como Mestrado de que a lesão das células granulares do giro denteado produz o fortalecimento da experiência recente no desempenho corrente de ratos submetidos a uma tarefa de escolha probabilística. Introduz o teste de escolha livre para testar a aquisição da tarefa de reversão.

O objetivo do presente estudo será verificar como animais com lesões neurotóxicas no giro denteado hipocampal realizam a aquisição da tarefa de reversão em escolha.

17 ratos Wistar serão divididos em 3 grupos: controle (n=4), controle operado (n=7) e operado (n=6), privados de ração e submetidos a um treino em situações de escolha em esquema de razão variável (VR). Após a lesão todos os animais serão treinados em 4 condições experimentais: L (respostas na barra esquerda foram reforçadas), R (respostas na barra direita foram reforçadas), N (extinção) e F (alternação forçada).

Taíza Helena Figueiredo

Efeitos de sinais de lembrança e antecipatórios sobre o tempo de espera linear em esquemas de atraso-de-reforço-iniciado-por-resposta

No experimento I, ratos serão submetidos ao esquema RID com diferentes valores de atraso e o procedimento utilizará a sinalização retrospectiva como no estudo de Staddon (1974).  No experimento II será utilizada a sinalização antecipatória combinada com a sinalização retrospectiva, como no procedimento de Bueno, TH Figueiredo e Staddon (1995), porém em esquemas RID. Dessa maneira, pode-se verificar tanto o efeito da sinalização sobre o aspecto obrigatório do tempo de espera, quanto comparar os resultados desse arranjo com os resultados do procedimento anterior, buscando através dessa comparação evidenciar os efeitos da sinalização antecipatória em diferentes durações de intervalos inter-eventos.

Valéria Catelli Infantozzi da Costa Doutora em Psicologia, área Neurociência e Comportamento, pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo.

Home-page: http://neurociencia.tripod.com/labs/lela/

Estudos sobre as funções do hipocampo e o comportamento animal;  Tema do mestrado: efeitos de lesões seletivas do hipocampo sobre o desempenho de ratos em tarefas espaciais e temporais. Doutorado versando sobre os efeitos de lesões seletivas do hipocampo no comportamento colateral de ratos e sobre o desempenho destes em tarefas temporais. Pode-se efetuar o download do original completo de cada estudo.

memorias@terra.com.br

costaval@terra.com.br

 

 

 

E-mail

 

 

Volta para o início da Página