Make your own free website on Tripod.com

 

Seu navegador não suporta esse dispositivo de som, entretanto você poderá continuar acessando essa página normalmente.

 

Conheça o Grupo de
Neurociências e Educação PLURAL

Clique para ler e ouvir Carlos Drummond no site Memória Viva.

      Memória   

     

    Amar o perdido

    deixa confundido

    este coração.

     

    Nada pode o olvido

    contra o sem sentido

    apelo do Não.

     

    As coisas tangíveis

    tornam-se insensíveis

    à palma da mão

     

    Mas as coisas findas

    muito mais que lindas,

    essas ficarão.

Ouça Drummond declamando

 

 

.

Acessa a page Memórias

 

Teses Artigos

Relatórios de Estudo e Pesquisa

Apostilas

Trabalhos de Curso

 

 

Pós-Doutorado

Pós-Doutorado em "Processamento de Informações Temporais e Memória em Humanos" desenvolvido no Laboratório de Processos Associativos, Controle Temporal e Memória do Departamento de Psicologia e Educação da FFCL-RP da Universidade de São Paulo, sob supervisão dos Profs. Drs. José Lino O. Bueno e Gilberto Fernando Xavier (IBUSP), Ribeirão Preto, SP, 2004-2007.

Projeto de Pesquisa: A atenção e a memória imediata têm um envolvimento determinante no julgamento temporal de curta duração (até alguns segundos) e envolve a participação de áreas frontais e pré-frontais. Contudo, não estão suficientemente estabelecidos os processos cognitivos e as estruturas subjacentes a julgamentos temporais de durações mais longas. Por exemplo, não se sabe até que ponto os processos atencionais estariam envolvidos em tal julgamento. Existem dados da literatura mostrando que as estruturas temporais mediais são necessárias para julgamentos temporais de longa duração (maiores do que 10-15 segundos), porém não está claro que processos são mediados por estas estruturas. O objetivo principal deste projeto é contribuir para o entendimento dos processos básicos que permitem o julgamento temporal dos organismos. Assim, para estudar o processamento temporal e sua relação com as estruturas temporais mediais são propostos dois experimentos. O Experimento I estende aos humanos os estudos dedicados à compreensão dos mecanismos que permitem a realização de tarefas temporais como a DRL e pretende testar a hipótese segundo a qual o julgamento temporal pode tornar-se automático mediante treinamento repetitivo. No Experimento II procura-se entender qual a relação entre os processos que possibilitam humanos julgarem intervalos temporais com a teoria da memória declarativa. Neste experimento serão comparadas a acuidade e precisão dos julgamentos temporais prospectivo e retrospectivo utilizando-se diferentes métodos pelos quais a resposta é fornecida - reprodução, estimativa e produção temporal.

Teses

COSTA, Valéria Catelli Infantozzi. Efeito de lesões seletivas do giro denteado no desempenho de ratos em tarefas temporais. São Paulo, 2003. 177p.Tese (Doutorado). Instituto de Psicologia, Universidade de São Paulo.

Resumo

A teoria do mapa espacial cognitivo propõe que animais são capazes de resolver tarefas temporais fazendo uso de comportamentos colaterais como relógio externo. Já a teoria do relógio interno propõe que o organismo possuiria um mecanismo análogo a um relógio, o que permitiria a discriminação de intervalos temporais independentemente dos comportamentos colaterais desenvolvidos durante os intervalos a serem discriminados. A lesão das células do giro denteado prejudica o desempenho de ratos em tarefas que requerem discriminações espaciais e em tarefas que requerem discriminações temporais. O'Keefe e Nadel (1978) sugerem que o elemento comum às duas tarefas seria a incapacidade de os animais lesados utilizarem o mapa espacial. Se os animais lesados apresentam um prejuízo na tarefa de DRL devido a uma deficiência no relógio interno ou na memória operacional então a dimensão da caixa experimental não deve interferir no seu desempenho. Por outro lado, se esses animais apresentarem uma deficiência na capacidade de utilização do sistema de mapeamento então a dimensão da caixa experimental deve interferir no desempenho dos animais na tarefa. No Experimento I realizou-se a análise das atividades de ratos durante os intervalos entre respostas, em esquemas de reforçamento diferencial de baixas taxas (DRL). Os resultados mostram que um padrão de distribuição de freqüências de atividades repete-se em sessões consecutivas para um mesmo animal, tal fato sugere o envolvimento destas atividades no processamento temporal. No Experimento II foi avaliado o efeito da dimensão da caixa experimental no desempenho de ratos normais e lesados (lesões seletivas do giro denteado do hipocampo) em uma tarefa de DRL. OS resultados indicam que a dimensão da caixa, ou seja, o espaço disponível no qual os animais realizam a tarefa de discriminação temporal, influencia o seu desempenho na tarefa quando há uma lesão do giro denteado do hipocampo. Por outro lado, não há influência da dimensão da caixa sobre os animais cujo giro denteado encontra-se intacto.

Versão integral, 

Parte1:  DOUTORADO - PARTE 1

Parte2 (Apêndice):  DOUTORADO - PARTE 2 - APÊNDICE

 

 

Costa, VCI. Lesão seletiva do giro denteado do hipocampo e o desempenho de ratos em tarefas espaciais e temporais. Dissertação de Mestrado. São Paulo, IPUSP, 1997, 91p.

Resumo

Na literatura encontram-se propostas acerca da função do hipocampo como mediador (1) da memória operacional (workingmory) e/ou como  responsável pelo processamento de informações espaciais e (2) de processos de controle temporal. Avaliou-se os efeitos da lesão seletiva do giro denteado, por aplicação múltipla e tópica de colchicina, no desempenho de ratos previamente treinados em tarefas que envolvem discriminação espacial e controle temporal. Experimento I: Os animais foram submetidos a uma tarefa de non-matching-to-sample (NMTS) em um labirinto em MAIS. Nesta tarefa, em uma primeira fase (fase de informação), o reforço é colocado somente em uma das caixas localizadas no final dos braços transversais - o acesso à outra caixa é bloqueado. Na segunda fase (fase de escolha), o acesso às duas caixas transversais é liberado e o reforço é colocado somente na caixa que não estava previamente disponível durante a fase de informação. Desta forma, os animais devem manter a informação do local previamente reforçado na 1a. fase; além disso, a informação de uma tentativa não pode ser generalizada para as tentativas subseqüentes. Estes mesmos animais foram treinados em uma tarefa temporal realizada em uma caixa de Skinner em um esquem de DRL - Differential Reinforcement of Low Rates. Neste procedimento, a resposta (pressão à barra) é reforçada se, e somente se, ela segue a resposta precedente por um intervalo de tempo específico,  no caso, um intervalo de 20 segundos. Na tarefa espacial, embora haja um prejuízo na taxa de re-aquisição da resposta, o treino repetitivo faz com que o desempenho dos animais lesados se equipare aos dos sham. Estes resultados podem ser devidos à recuperação da capacidade de processar informações espaciais, ou então, à utilização de outra estratégia. Na tarefa temporal (DRL) os animais lesados continuam sendo capazes de espaçar suas respostas por um determinado intervalo, porém esse tempo é subestimado, ou seja, a pressão à barra ocorre em um tempo menor do que o previamente treinado. Esta alteração no processamento de informações temporais pode dever-se a: a) deficiência no relógio interno - aceleração na contagem do tempo ou, b) deficiência no armazenamento de informações temporais - lembrança de um evento como se ocorresse antes do que de fato ocorre ou, c) porque os animais lesados são incapazes de evitar a pressão à barra, supondo-se que o desempenho deles, inclusive dos animais sham, esteja baseado em uma estratégia espacial de deslocamento na caixa experimental. Experimento II: A seguir, os animais foram testados em uma tarefa de delayed-non-matching-to-sample (DNMTS). Este procedimento é igual ao anterior, com a diferença da introdução de intervalos de 1, 2, 4, 8 e 16 minutos, entre as fases de informação e de escolha. Quando são introduzidos intervalos entre as fases, os animais lesados voltam a apresentar um prejuízo de desempenho com relação aos animais sham. Experimento III: Os sujeitos e equipamento empregados foram os mesmos utilizados no Experimento I e II. Neste experimento, os animais, na fase de escolha, em vez de saírem da caixa inicial, saíram da caixa da qual haviam acabado de visitar na fase de informação. Se os animais estivessem utilizando uma estratégia de orientação egocêntrica, então eles deveriam virar à esquerda ou à direita, porém os animais seguiram em frente, dirigindo-se para a caixa alvo. Os resultados obtidos neste teste sugerem que os animais lesados estariam utilizando uma estratégia espacial ou visual para resolverem a tarefa. Com esses resultados pode-se descartar a hipótese de que a recuperação de desempenho dos animais lesados esteja associada à utilização de uma estratégia de orientação egocêntrica; contudo, não se pode descartar a hipótese da utilização de pistas (estratégia por guiamento). Versão integral:  MESTRADO: texto e figuras

 

 

Artigos

  1. COSTA, V.C.I., BUENO, J.L.O., XAVIER, G.F. Humans' performance in a differential reinforcement of low rate schedule (DRL) with and without concurrent tasks. Em preparação. 

  2. COSTA, V.C.I., PAULA, E., XAVIER, G.F., BUENO, J.L.O. Programa "PERCEP" para Controle Experimental de Pesquisa em Julgamento Temporal em Humanos. Em revisão. 

  3. COSTA, V.C.I, XAVIER, G.F, BUENO J.L.O. The performance of intact and dentate gyrus lesioned rats in a DRL task developed into tree different sizes of experimental boxes. Em preparação. 

  4. COSTA, V.C.I., XAVIER, G.F., BUENO, J.L.O. Behavioral repertoire changes in rats under DRL schedule. Em preparação. 

  5. COSTA, V.C.I., XAVIER, G.F., 2007. Atropine-induced, state-dependent learning for spatial information, but not for visual cues. Behavioural Brain Research, 179: 229-238. Abstract -  This study investigates state-dependent learning employing atropine on the reaction of rats to the presentation of novel stimuli; to habituation to intermittent presentations of the same stimulus at the same local; to spatial change at the location of stimulus presentation; and to a visual stimulus change, in the straight alleyway, controlling for the possible development of behavioral and/or pharmacological tolerance. Our findings reveal that rats habituated to stimulus presentation at a specific location, when under an atropine effect, do react to stimulus presentation at another location, or to a different stimulus, when under an atropine effect, indicating that this drug does not interfere with the acquisition of spatial or visual information. Differently, however, rats habituated to stimulus presentation at a specific location in the absence of an atropine effect are unable to react to spatial change when under the atropine effect, but do react to a visual stimulus change. This suggests that atropine interferes either with the retrieval of previously acquired spatial information or with the comparison of previously acquired spatial information with current information, but does not interfere with visual recognition. These findings reveal that atropine interferes with the use of spatial information acquired in the absence of a drug effect. Versão integral:  versão integral do artigo 

  6. COSTA, V.C.I., 2007. Processamento de informações espaciais e temporais segundo as teorias do mapa cognitivo e memória operacional/relógio interno. Revista Hispeci & Lema, 10: xx-xx. Resumo - Efetua-se a revisão das teses básicas de teorias votadas à exploração das estratégias que possibilitariam a animais a apreensão do tempo e do espaço. Para a teoria do mapa cognitivo espacial, animais privados de seu sistema hipocampal apresentariam prejuízos em tarefas espaciais e temporais pois tais tarefas, dada sua complexidade, só podem ser adequadamente realizadas por meio do sistema de mapeamento. O contraponto é dado pela teoria da memória operacional/relógio interno para a qual a incapacidade de animais hipocampais realizarem tais tarefas decorre do prejuízo do processamento de informações na memória operacional. Abstract. This article revises the main ideas presented by theories voted to the examination of the strategies that make possible the apprehension of time and space by animals. To the cognitive map theory, hippocampal lesioned animals poorly perform spatial and temporal tasks because such tasks are so complex that can only be appropriately accomplished through the mapping system. The counterpoint is given by the working memory/internal clock theory that attribute the incapacity of hippocampal lesioned animals accomplish such tasks to the working memory failure.

    Versão integral:  versão integral do artigo 

  7. COSTA, V.C.I., MOREIRA, R.C.M., BUENO J.L.O., XAVIER, G.F., RAMOS, B. 2007. Aquisição de uma tarefa espacial por ratos submetidos a lesão hipocampal neonatal induzida por radiação ionizante. Psicologia: Reflexão & Crítica, 20(1):96-103.  Resumo - Costa, Bueno e Xavier (2005) mostraram que ratos com lesão do giro denteado hipocampal produzida por colchicina apresentam prejuízo de desempenho em testes pós-operatórios em uma tarefa espacial de discriminação condicional (tarefa de non-matching-to-place, NMTP), embora o treino repetitivo promova recuperação do desempenho dos animais lesados. O objetivo do presente estudo foi avaliar o desempenho de ratos com danos seletivos no giro denteado, induzidos pela exposição neonatal a radiação ionizante, na tarefa de NMTP. O grupo irradiado apresentou prejuízo nas primeiras sessões de treino quando comparado ao grupo controle; porém, seu desempenho se igualou ao dos animais controles nas últimas sessões, replicando resultados anteriores. Os resultados são discutidos no contexto da teoria do mapa espacial cognitivo. Abstract - Costa, Bueno e Xavier (2005) showed that rats with hippocampus dentate gyrus lesions produced by colchicine have post-surgical tests deficits in spatial tasks involving conditional discrimination (non-matching-to-place, NMTP). However, repetitive training does promote recovery of lesion subjects' performance. The purpose of this experiment was to evaluate the performance of rats with selective lesions of dentate gyrus induced by neonatal ionizing radiation in the NMTP task. The irradiated group showed deficits in the first training sessions when compared to the control group. Nevertheless the performance of lesion and control groups was similar at the end of the sessions, as previously been reported. These results are discussed in light of the cognitive map theory. 

    Versão integral:  versão integral do artigo 

  8. COSTA, V.C.I., PAULA, E., BUENO, J.L.O., XAVIER, G.F. 2007. Programa "DRL" para Controle Experimental de Pesquisa em Julgamento Temporal. Psicologia: Reflexão & Crítica, 20(3):507-512. Resumo - Um programa de computador, o "DRL", foi desenvolvido para controle e coleta de dados em experimentos envolvendo processos temporais associados à atenção e memória. Apresenta-se um breve relato do programa, como configurá-lo para diferentes tipos de experimentos e como acessar os resultados gravados em arquivos. Abstract - A software named "DRL", for automation of data acquisition in experiments of temporal judgment related to attention and memory, is described. This paper presents the software applications, how to configure it for different experiments and how to access the recorded data. (http://www.brnuede.com/usp/).

  9. COSTA, V.C.I., FIGUEIREDO, T.H. 2006. Observação e análise da atividade motora apresentada por um bebê de 4 meses de idade durante a audição de duas peças musicais: Sinfonia no. 40 de Mozart e a música Happy Nation do grupo Ace of the Base. Revista Hispeci & Lema, 9:154-156. Resumo - Muitos trabalhos têm-se dedicado ao estudo dos efeitos produzidos pela exposição de recém-nascidos a peças musicais, porém, pouco se encontra na literatura acerca de tais efeitos sobre bebês com alguns meses de idade. O objetivo desse trabalho é fazer uma descrição e análise da atividade motora apresentada por um bebê de 4 meses de idade durante a audição de duas peças musicais previamente habituadas: Sinfonia no. 40 de Mozart e a música Happy Nation do grupo Ace of the Base. Abstract - A lot of papers has been studying the effects produced by newborns exposed to music, however, there is not too much about these effects on older babies. The aim of this paper is describe and analyze the motor activity showed by a 4-month-baby during the audition of two musical pieces pre-habituated: Mozart's 40th Symphony and the dancing song of the group Ace of the Base named Happy Nation. Versão integral:  versão integral do artigo  

  10. BUENO, J.L.O., COSTA, V.C.I., XAVIER, G.F., DIMA, L.L. 2006. Aquisição de uma tarefa temporal (DRL) por ratos submetidos a lesão seletiva do giro denteado. Psicologia: Reflexão & Crítica, 19(1): 159-265. Resumo - A lesão seletiva do giro denteado (DG) reduz a eficiência do desempenho de ratos treinados pré-operatoriamente em um esquema de reforçamento diferencial de baixas taxas (DRL); embora os animais lesados sejam capazes de suprimir a resposta de pressão na barra por determinado intervalo de tempo após a resposta anterior, eles subestimam esse intervalo, resultando em um desempenho menos eficiente. Como os animais tinham recebido treinamento pré-operatório, não ficou claro se a lesão interfere na aquisição da discriminação temporal. Este estudo avaliou o efeito da lesão do DG na aquisição de uma tarefa de DRL. Ratos foram submetidos à neurocirurgia e então ao treino na tarefa de DRL-20 s. Os resultados mostraram que embora os animais lesados se beneficiem do treinamento na tarefa, sua aquisição não é tão eficiente quanto a exibida pelos animais controle. Os resultados sugerem ainda que a lesão do giro denteado interfere na acuidade da discriminação temporal. Abstract - Previous studies have shown that dentate gyrus damage render rats less efficient than sham-operated controls in the performance of a differential reinforcement of low rates of responding (DRL-20 s) task acquired prior to the lesion; even though the lesioned rats were able to postpone their responses after a previous bar press, they seem to underestimate time relative to sham-operated controls, which interferes with their performance. This study investigated the effects of multiple-site, intradentate, colchicine injections on the acquisition and performance of a DRL-20 s task in rats not exposed to pre-operatory training, i.e., trained after the lesion. Results showed that the lesioned rats improved along repetitive training in the DRL-20 s task; however, relative to the sham-operated controls, their acquisition rate was slower and the level of proficiency achieved was poorer, indicating that damage to the dentate gyrus interferes with temporal discrimination. Versão integral:  versão integral do artigo 

  11. COSTA, V.C.I., BUENO, J.L.O., XAVIER, G.F. 2005. Dentate gyrus-selective colchicine lesion and performance in temporal and spatial tasks. Behavioural Brain Research, 160:286-303. Abstract - The effects of multiple-site, intradentate, colchicine injections on the performance of a temporal, 'differential reinforcement of low rates of responding' (DRL-20 s) task and a spatial, 'delayed non-matching-to-place' (DNMTP) task in a plus maze were investigated in rats trained in both tasks prior to the lesion. Quantitative analysis revealed a greater than 86% reduction in the dentate gyrus (DG) of the colchicine-injected rats compared to the sham-operated controls. Dentate gyrus damage rendered rats less efficient than sham-operated controls in the performance of the DRL-20 s task. The DRL inter-response-time distribution for the DG-lesioned rats and the sham-operated controls was similar; however, while the distribution peak for the control rats was 20 s, it was 16 s for the DG-lesioned rats, indicating that the latter rats underestimated time. Performance of the DG-lesioned rats was also disrupted in the DNMTP task. However, DG-lesioned rats recovered control levels of performance during repeated training with an intertrial interval equal to 3 s. An increase in intertrial interval in lesioned and sham-operated controls disrupted performance in both groups; however, while DG-lesioned rats performed at chance levels when the intertrial interval was increased to 4 min or longer, the sham-operated controls performed at chance levels only when the intertrial interval was increased to 16 min. These results seem most parsimoniously interpreted following the cognitive map theory of hippocampal function. Versão integral:  versão integral do artigo  

  12. SANTOS, M.C.F., COSTA, V.C.I. 1993 - The short term respiratory responses on three crabs exposed to water/air media. Comparative Biochemistry Physiology, 104A:785-791. Abstract - l. The measurements of oxygen consumption (M02) in crabs following abrupt transference of media was found to be a useful tool for comparative studies. The results are of the same magnitude as the ones found in the literature. Careful handling permitted determinations on undisturbed animals, at the minimal level of activity. 2. The M02 was measured on three species of crabs, the semi-terrestrial Goniopsis cruentata, the amphibious Ucides cordatus and the aquatic Callinectes danae. There was a highly significant increase in the rates when they were suddenly transferred from water to air. This increase was highest in the blue crabs acclimated to the dilute salinity, but the salinity effect per se was negligible. 3. When U. cordatus was submerged, M02 fell to one-tenth of its aerial value and this effect was softened with the previous acclimation in water. 4. G. cruentata drowned after 210 min submerged in water. The females are more sensitive than the males, showing frequent occurrence and long duration of apnoeic periods in air, both sexes presenting behavioral depression. Versão integral:  versão integral do artigo

  13. SUADICANI, S.O., COSTA, V.C.I., BICUDO, J.E.P.W. 1992. Relationship between oxygen consumption and body size of the Amphinomidae Polychaete Eurythoe complanata. Brazilian Journal of Medical and Biological Research, 25:309-312.. Abstract -The oxygen consumption of young and adult specimens of the polychaete Eurythoe complanata was determined in relation to body size. The equation Y = 0.086W0.40, r2 = 0.76 (P<0.0l) was obtained from polychaetes with body sizes ranging from 0.15-4.74 g, al 20.0 ± 1ºC and 3.2 % salinity. The Q10 value (mean ± SD) determined between 20.0 ± 1ºC and 28.4 ± 1ºC was 2.57 ± 1.07. Tile metabolic rate obtained for E. complanata was lower than expected for an errant species, reflecting the more sedentary mode of life of the polychaete, and adaptation to an environment in which the animal may la exposed to low oxygen availability. Versão integral:  versão integral do artigo

 

Relatórios de Estudo e de Pesquisa

Costa, VCI. - Efeitos de drogas anti-colinérgicas sobre o comportamento  exploratório  de  ratos.  São Paulo, 1987, 79p.

Costa, VCI. - Envolvimento do Hipocampo no processamento de informações em tarefas espaciais e temporais. São Paulo, 1995, 15p. Neste estudo apresentamos um breve resumo das teorias do Mapa Cognitivo e Memória Operacional/Relógio Interno e analisamos como o envolvimento do hipocampo no desempenho de ratos em tarefas espaciais e temporais são explicadas por tais teorias. Versão integral:  versão integral

Costa, VCI. & Damiani, K. - A representação animal nas fábulas de La Fontaine e o conhecimento popular. São Paulo, 1995, 69p.

 

Apostilas

Costa, VCI. Fisiologia do Adulto e Idoso - Fisiologia do adulto saudável e Fisiologia do envelhecimento: o declínio dos sistemas cardiovascular, respiratório, renal, reprodutor, digestório, endócrino e nervoso - Texto para fins didáticos. Curso de Pós-Grduação lato sensu ‘Nutrição Clínica: da gestação ao envelhecimento’ - UNAERP, Ribeirão Preto, 2008, 34p. Versão integral: versão integral

Costa, VCI. Síndrome de Down – texto de aula. Curso de Pós-Grduação lato sensu ‘Nutrição Clínica: da gestação ao envelhecimento’ - UNAERP, Ribeirão Preto, 2008, 5p. Versão   integral: versão integral

Costa, VCI. Distrofia Muscular – texto de aula. Curso de Pós-Grduação lato sensu ‘Nutrição Clínica: da gestação ao envelhecimento’ - UNAERP, Ribeirão Preto, 2008, 4p. Versão   integral: versão integral

Costa, VCI. Anatomia Geral Humana – Apostila para fins didáticos. Ribeirão Preto, 2008, 25p. Versão integral:  versão integral

Costa, VCI. Análise de Dados e Estatística Paramétrica – Apostila de Curso. Ribeirão Preto, 2006 (atualizada em 2007), 59p.

Costa, VCI; Junqueira, ML; Noll, MSMC; Guimarães, MVU. Anatomia e Fisiologia Humana: Sistemas Circulatório, Respiratório, Digestivo, Uro-Genital e Endócrino - Apostila para fins didáticos. Ribeirão Preto, 1998 (atualizada em 1999), 37p.

Costa, VCI; Noll, MSMC; Guimarães, MVU; Aquino, ACMM. Anatomia e Fisiologia Humana: Elementos de Anatomia e Fisiologia do Sistema Nervoso - Apostila para fins didáticos. Ribeirão Preto, 1998 (atualizada em 1999), 16p.

Costa, VCI; Noll, MSMC; Guimarães, MVU; Aquino, ACMM. Fisiologia Humana: Sistema Nervoso – Neurofisiologia das Doenças Mentais – Apostila para fins didáticos. Ribeirão Preto, 1998 (atualizada em 1999), 17p.

Costa, VCI. Arquitetura do Sistema Nervoso Central: neurônio, substância branca e cinzenta, agrupamentos celulares e fibras. Ribeirão Preto, 1995, 43p.

 

 

 Trabalhos de Curso

Costa, VCI. - Discussão e Comentários sobre o  artigo de Campbell, LF & Bedi, KS, 1989, The Effects of Undernutrition during Early Life on Spatial Learning, Phisiology & Behavior, 45:883-890. Ribeirão Preto, 1993, 12p. Neste trabalho apresentamos (a) um resumo do artigo de Campbell e Bedi (1989). Baseados em pesquisas que mostram que um período de desnutrição durante a vida pós-natal causa alterações na estrutura morfológica do giro denteado e como esta região estaria envolvida no controle da memória espacial, os autores investigaram se ratos desnutridos também apresentariam alguma deficiência em uma tarefa que envolva a memória espacial.  Em seguida, apresentamos (b) uma discussão e comentários acerca do artigo em questão, ressaltando como a teoria da memória operacional poderia ser uma alternativa para explicar os resultados obtidos por Campbell e Bedi (1989). Versão integral:  versão integral

Costa, VCI. – Observação e análise da atividade motora apresentada por um bebê de 4 meses de idade durante a audição de duas peças musicais: Sinfonia no. 40 de Mozart e a música Happy Nation do grupo Ace of the Base. Ribeirão Preto, 2000, 12p. Muitos trabalhos têm-se dedicado ao estudo dos efeitos produzidos pela exposição de recém-nascidos a peças musicais, porém, pouco se encontra na literatura acerca de tais efeitos sobre bebês com alguns meses de idade. O objetivo desse trabalho é fazer uma descrição e análise da atividade motora apresentada por um bebê de 4 meses de idade durante a audição de duas peças musicais previamente habituadas: Sinfonia no. 40 de Mozart  e a música Happy Nation do grupo Ace of the Base. Versão integral:  versão integral

 

Entre em contato

 

 

 

 

Volta para o início da Página